Complexo Eólico Ventos do Atlântico

Detalhes do projeto

No dia 24 de abril de 2018 foi emitida pela FEPAM a Licença Prévia 170/2018 para o Complexo Eólico Ventos do Atlântico, um parque eólico com 870 MW de potência instalada e uma linha de transmissão de 230 kV e 63,6 km. A emissão da LP representou o final de uma etapa iniciada em 2011, quando a equipe da Biolaw foi a campo para a primeira de muitas amostragens. O Estudo de Impacto Ambiental identificou áreas importantes para a conservação da diversidade da Planície Costeira, fazendo com que o projeto inicial sofresse importantes alterações. Mais de seis mil hectares de ambientes costeiros foram excluídos da área de implantação e serão destinados à preservação ambiental. Serão preservadas áreas de marismas, as dunas frontais, remanescentes de mata de restinga, zonas de ocorrência de peixes anuais, sítios de repouso e nidificação de aves, entre outras áreas importantes.

A linha de transmissão deverá contornar a cidade de São José do Norte pelo leste e cruzar a barra de Rio Grande através de cabos subaquáticos, passando pelo DIRG e tomando o ruma da subestação de Povo Novo. O traçado que a FEPAM considerou ambientalmente viável deverá ser detalhado em nível de projeto executivo, no qual serão definidas as localizações precisas de cada estrutura, sempre buscando diminuir os impactos ambientais. Há um longo caminho a percorrer até que se chegue ao projeto definitivo do parque e da linha de transmissão e para tanto ainda serão realizados estudos ambientais de acordo com as exigências contidas na Licença Prévia.